Educação médica e saúde mental de pessoas com deficiência auditiva: um relato de experiência

  • Isabella de Brito Ungaro
  • Roberta Thomé Petroucic FACISB
Palavras-chave: educação médica, deficiência auditiva, surdez, línguas de sinais, saúde mental

Resumo

Introdução: A Educação Médica atual preconiza conhecimentos e vivências sobre pessoas com deficiência visando à equidade no atendimento em saúde. A Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência assegura o direito à informação e o acesso à saúde.  Relato de experiência: é descrita uma roda de conversa de discentes do Curso de Medicina com uma pessoa com deficiência auditiva, a qual compartilhou suas vivências, incluindo discriminação e exclusão social. Isto levou a reflexões sobre a saúde mental de pessoas com deficiência auditiva e a conhecimentos para aprimorar a comunicação médico-paciente e para reduzir barreiras atitudinais e de comunicação. Considerações finais: A roda de conversa pôde propiciar uma aprendizagem significativa, sensibilizando discentes para a atenção à saúde integral da pessoa com deficiência.

Referências

1. BRASIL Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Câmara de de Educação Superior. Resolução n.3, CNE/CES de 20/06/2014. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais do curso de graduação em Medicina e dá outras providências. Resolução CNE/CES 3/2014. Diário Oficial da União, Brasília, 23 de junho de 2014 – Seção 1 – pp. 8-11. [acesso em 2020 Out 29]. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=15874-rces003-14&category_slug=junho-2014-pdf&Itemid=30192
2. Brasil, Lei nº 13.146, de 06 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência) [acesso em 2020 Out 29]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13146.htm
3. Kim, JH. O estigma da deficiência física e o paradigma da reconstrução biocibernética do corpo [tese Doutorado em Antropologia]. São Paulo: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo; 2013 [acesso em 2020 Out 29]. doi:10.11606/T.8.2013.tde-10022014-111556. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8134/tde-10022014-111556/pt-br.php
4. Sherry M. A sociology of impairment, Disability & Society, 2016. 31:6, 729-744, DOI: 10.1080/09687599.2016.1203290 https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/09687599.2016.1203290
5. Witchs PH, Lopes MC. Forma de vida Surda e seus marcadores culturais. Educação em Revista, 34, e184713. Epub August 27, 2018. https://doi.org/10.1590/0102-4698184713
6. Dreyzehner J, Goldberg KA. Depression in Deaf and Hard of Hearing Youth. Child Adolesc Psychiatr Clin N Am. 2019 Jul;28(3):411-419. doi: 10.1016/j.chc.2019.02.011. Epub 2019 Apr 4. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/31076117/
7. Anmyr L, Olsson M, Freijd A, Larsson K. Sense of coherence, social networks, and mental health among children with a cochlear implant. Int J Pediatr Otorhinolaryngol. 2015 Apr;79(4):610-5. doi: 10.1016/j.ijporl.2015.02.009. Epub 2015 Feb 14. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/25726019/
8. Brown PM, Cornes A. Mental health of deaf and hard-of-hearing adolescents: what the students say. J Deaf Stud Deaf Educ. 2015 Jan;20(1):75-81. doi: 10.1093/deafed/enu031. Epub 2014 Sep 18. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/25237152/
9. van Gent T, Goedhart AW, Treffers PD. Characteristics of children and adolescents in the Dutch national in- and outpatient mental health service for deaf and hard of hearing youth over a period of 15 years. Res Dev Disabil. 2012 Sep-Oct;33(5):1333-42. doi: 10.1016/j.ridd.2012.02.012. Epub 2012 Apr 21. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/22522191/
10. Idstad M, Tambs K, Aarhus L, Engdahl BL. Childhood sensorineural hearing loss and adult mental health up to 43 years later: results from the HUNT study. BMC Public Health. 2019 Feb 8;19(1):168. doi: 10.1186/s12889-019-6449-2. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/30736854/
11. Li C, Zhang X, Hoffman HJ, Cotch MF, Themann CL, Wilson MR. Hearing Impairment Associated with Depression in US Adults, National Health and Nutrition Examination Survey 2005-2010. JAMA Otolaryngol Head Neck Surg. 2014;140(4):293–302. doi:10.1001/jamaoto.2014.42. https://jamanetwork.com/journals/jamaotolaryngology/fullarticle/1835392
12. Cosh S, Helmer C, Delcourt C, Robins TG, Tully PJ. Depression in elderly patients with hearing loss: current perspectives. Clin Interv Aging. 2019 Aug 14;14:1471-1480. doi: 10.2147/CIA.S195824. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/31616138/
13. Fellinger J, Holzinger D, Pollard R. Mental health of deaf people. Lancet. 2012 Mar 17;379(9820):1037-44. doi: 10.1016/S0140-6736(11)61143-4. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/22423884/
14. Condessa AM, Giordani JMA, Neves M, Hugo FN, Hilgert JB. Barreiras e facilitadores à comunicação no atendimento de pessoas com deficiência sensorial na atenção primária à saúde: estudo multinível. Revista Brasileira de Epidemiologia, 23, e200074. Epub July 06, 2020. https://doi.org/10.1590/1980-549720200074
15. Reis VSL, Santos AM. Knowledge and experience of Family Health Team professionals in providing healthcare for deaf people. Revista CEFAC, 21(1), e5418. Epub February 11, 2019. https://dx.doi.org/10.1590/1982-0216/20192115418
16. Chatzidamianos G, Fletcher I, Wedlock L, Lever R. Clinical communication and the 'triangle of care' in mental health and deafness: Sign language interpreters' perspectives. Patient Educ Couns. 2019 Nov;102(11):2010-2015. doi: 10.1016/j.pec.2019.05.016. Epub 2019 May 15. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/31122818/
17. Ten Hulzen RD, Fabry DA. Impact of Hearing Loss and Universal Face Masking in the COVID-19 Era. Mayo Clin Proc. 2020 Oct; 95(10):2069-2072. doi: 10.1016/j.mayocp.2020.07.027. Epub 2020 Aug 3. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/33012338/
18. Sher T, Stamper GC, Lundy LB. COVID-19 and Vulnerable Population with Communication Disorders. Mayo Clin Proc. 2020; 95(9):1845-1847. doi:10.1016/j.mayocp.2020.06.034. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/32861328/
19. Luna, Willian Fernandes, & Bernardes, Jefferson de Souza. Tutoria como Estratégia para Aprendizagem Significativa do Estudante de Medicina. Revista Brasileira de Educação Médica, 2016, 40(4), 653-662. https://dx.doi.org/10.1590/1981-52712015v40n4e01042015
20. Silva J. David Ausubel's Theory of Meaningful Learning: an analysis of the necessary conditions. Research, Society and Development.2020 9. 10.33448/rsd-v9i4.2803. [acesso em 2020 Out 29]. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/descarga/articulo/7423145.pdf
Publicado
2021-12-30
Seção
Ciências Humanas e Saúde